Twitter cria terreno hostil para desenvolvedores de aplicativos


Empresa limita espaço e enfraquece produtos concorrentes aos seus

Twitter no iOS

Começa a funcionar nas próximas semanas a versão 1.1 da API (Interface de Programação de Aplicativos, na sigla em inglês) do Twitter, que deve desagradar aos desenvolvedores. Uma série de regras foi criada para dificultar a atuação de apps, principalmente aqueles que trabalham mais ou menos como o site do Twitter ou seus produtos (como TweetDeck), a exemplo do Echofon.

Não será mais possível criar um aplicativo que use a API do Twitter sem antes pedir autorização. Caso isso ocorra, a empresa pode tirá-lo de funcionamento. A regra vale para smartphones, tablets, TVs conectadas e qualquer outro dispositivo.

Além disso, os desenvolvedores não poderão mais expandir sua base de usuários. Caso já tenha mais de 100 mil, o Twitter deixará que cresça em até 200%, depois disso, o dono do app tem de pedir para acrescentar mais gente. Se tiver menos de 100 mil usuários, ficará sem mais nenhum até que o Twitter dê seu aval.

As atualizações são parte da nova estratégia da companhia, anunciada em junho por Michael Sippey, diretor de produtos de consumo da rede. Na época, ele informou que o Twitter mudaria algumas coisas para manter os internautas focados em seus próprios produtos.

Os desenvolvedores terão seis meses para se adaptar às novas regras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s