Suécia não mandará Assange aos EUA se houver risco de morte


Asilado na Embaixada do Equador, criador do Wikileaks aguarda resolução de impasse

Julian Assange

“Nunca entregaremos uma pessoa que estiver ameaçada de pena de morte.” Essa foi a promessa dada por Cecilia Riddselius, vice-diretora de assuntos penais e cooperação internacional do Ministério da Justiça da Suécia. Em entrevista ao diário alemão Frankfurter Rundschau, ela deixou claro, entretanto, que não garante que Julian Assange permanecerá em seu país, se for entregue pelo Reino Unido.

De acordo com Cecilia, o caso está nas mãos dos Estados Unidos. Se o país disser que o criador do Wikileaks não corre risco de pegar pena de morte, a Suécia pode mandá-lo para lá. Só que Assange ainda poderia enfrentar prisão perpétua por ter revelado segredos de Estado.

Nas declarações, repercutidas pela EFE, a representante também informou que até agora os norte-americanos não fizeram qualquer solicitação formal pela extradição do ativista, que está na Embaixada do Equador em Londres como asilado político desde a última quinta-feira (16/08).

O presidente do país andino, Rafael Correa, declarou ontem que poderá recorrer à Organização das Nações Unidas ou à Corte Internacional de Haia para tentar resolver o caso. Ele ressaltou que quer tratar disso na base do diálogo, mas lembrou que Assange está seguro na Embaixada.

Segundo Correa, foi oferecido à Justiça sueca uma possibilidade de usar o espaço diplomático para tratar das acusações de crimes sexuais de que Assange é alvo. “De fato, colocamos à disposição as instalações da Embaixada do Equador em Londres”, assinalou, acrescentando que o promotor sueco poderia interrogar o ativista, se quisesse.

“O que sempre foi pedido para a ida de Julian Assange à Suécia é a garantia de não extradição a um terceiro país, o que pode pôr em risco a vida” dele, concluiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s