Amazon rejeita acusação da Apple e diz que ‘app’ é um termo genérico


Empresas brigam por causa da utilização do nome ‘app store’ na loja de aplicativos da Amazon

Amazon

Em 2011, a Apple processou a Amazon por usar o nome “App” em sua loja de aplicativos – a AmazonAppstore – afirmando que isso causava confusão nos usuários que achavam que acessavam a App Store do iOS.

Amazon se defendeu afirmando que “app” é um termo genérico e que não tinha como causar confusão nos usuários e que “Appstore” não podia ser registrado.

Na quarta-feira, 26, a Amazon pediu a uma corte nos Estados Unidos que a alegação de “propaganda falsa” causada pela suposta confusão dos nomes das lojas virtuais fosse rejeitada.

A empresa alega que a Apple não conseguiu identificar nenhuma alegação falsa feita pela Amazon em relação à sua loja de apps para seus dispositivos com Android que poderia fazer usuários acharem que estavam acessando uma versão para iOS.

O caso ainda deve durar bastante tempo. Uma audiência com representantes da Amazon está marcada para o dia 31 de outubro, e o julgamento final deve acontecer apenas em 19 de agosto de 2013, segundo a Reuters.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s