As mordidas mais poderosas do mundo animal [infográfico]


Quais seriam os bichos com as mandíbulas mais fortes? Confira agora e saiba quem deve ser evitado no reino animal.

 

É difícil achar alguém que nunca tenha sido mordido por algum animal – ou que pelo menos conheça alguém que já foi. Entre os casos mais comuns, estão os ferimentos causados por cachorros e gatos domésticos, que não possuem o hábito de atacar. Mas eles utilizam a boca para proteção em muitos momentos – quando ameaçados, costumam mostrar seus dentes, mostrando aos inimigos que “não estão para brincadeira”.

Animais selvagens utilizam as mordidas não apenas como forma de proteção, mas também como ataque. E nesse momento a força da mandíbula é essencial para os golpes fatais que podem ser realizados nos momentos de caça ou brigas com outros animais – apesar de felinos e ursídeos utilizarem as garras, muitos outros apenas mordem em lutas.

As mordidas mais poderosas

Você sabe qual é a força média da mordida de um ser humano? Com a dentição e a mandíbula perfeitas, ela pode chegar a uma força equivalente a 68 kg. Isso significa que, com força total, é possível aplicar um peso igual ao de outra pessoa de tamanho médio – mas concentrado na pequena área da boca.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Isso já seria o bastante para machucar qualquer pessoa – e basta se lembrar das mordidas do seu irmão mais novo para saber que isso é verdade –, então imagine o tamanho do estrago que poderia ser feito por algum animal com dentes mais afiados e uma mandíbula poderosa, capaz de esmagar até mesmo ossos e pequenas pedras.

O leão-africano, que é considerado o Rei das Selvas, possui 30 dentes (dois a menos que os seres humanos) e consegue aplicar uma força de 313 kg sobre as “vítimas”. Assim como a maioria dos felinos selvagens, ele possui dentes muito afiados, que são perfeitos para rasgar a pele e a carne de suas caças. Mesmo assim, o Tigre-de-bengala ainda é o felino com a mordida mais potente.

Força dos dentes ou da mandíbula?

Quando pensamos na potência das mordidas dos animais, logo pensamos que ela está diretamente ligada aos dentes. Isso não deixa de ser verdade, mas o principal ponto do processo está na mandíbula – que é composta por vários ossos e fica na região do queixo. É nela que a força dos músculos precisa agir para comprimir alimentos, presas e inimigos.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Diabos-da-tasmânia (ou demônios) podem não ser os maiores animais do mundo – e nem contam com os dentes mais afiados –, mas contam com uma mandíbula muito poderosa. Por causa dela, possuem o maior Quociente de Força de Mordida (relação entre força da mordida e massa do músculo associado) existente no planeta.

“E os dentes não influenciam?” Claro que eles são vitais. Dependendo do número de dentes e, principalmente, do formato deles, as feras podem rasgar até mesmo as carcaças mais grossas para comer a carne. As hienas, por exemplo, possuem 36 dentes afiados para conseguir se alimentar da carniça de outros bichos.

…..

Existe muita diversidade no reino animal. Há alguns bichos que possuem milhares de dentes para triturar suas vítimas, ao mesmo tempo em que outros contam com apenas algumas dezenas e precisam de uma mandíbula superpoderosa para compensar. Esperamos que vocês tenham gostado das novas informações – e também que todos tomem cuidado para não sentir na carne os poderes mostrados neste artigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s