Smartphone ‘popular’ da Nokia responde como aparelhos top de linha


Asha 501 foi lançado na Índia e surpreende pela experiência de uso similar à dos modelos mais caros

Asha 501
Cesar Schaeffer, da Índia

Com preço sugerido de 99 dólares (algo em torno de 200 reais), a Nokia anunciou nesta quinta-feira o novo Asha 501, em Nova Déli, na Índia. O principal objetivo da marca com o lançamento é incluir novas pessoas no mundo dos smartphones – inclusive por isso, a Índia, um mercado emergente assim como o Brasil, foi escolhida para sediar o evento. A previsão é que o Asha 501 chegue às lojas de mais de 90 países a partir do meio do ano.

Com seis opções de cores, o novo aparelho foca principalmente no público jovem e espera trazer milhões de novos usuários para os telefones inteligentes. A experiência de uso do smartphone surpreendeu; é bastante similar aos aparelhos top de linha, principalmente a velocidade de resposta da tela. Segundo a Nokia, a “mágica” para fazer um processador com apenas 312MHz de velocidade oferecer tal experiência é a engenharia aplicada no desenvolvimento do novo sistema operacional Asha. O 501 é o primeiro dispositivo a rodar a nova plataforma.
O uso é muito intuitivo; arrastando a tela para um lado ou para outro você acessa todos os seus aplicativos e notificações. O Asha 501 pesa 98 gramas, é dual chip, tem tela capacitiva de três polegadas e apenas um botão “voltar”. A câmera tem resolução de 3.2 megapixel e o aparelho traz até um cartão de 4Gb embutido. Mas o interessante é que com um processador de tão baixa potência, a duração de bateria prometida é de 17 horas de conversação e até 48 dias (isso mesmo, “dias”) em stand by.

Reprodução

O curioso é que enquanto em todo o mundo só se fala em 4G, o novo smartphone só opera em 2G; e a Nokia acredita que isso não vai frustar o usuário, uma vez que 80% dos usuários de telefone celulares em todo o mundo ainda só têm acesso ao 2G. Sem data anunciada, a previsão é expandir em um futuro próximo a família com um produto compatível com a rede 3G. O Asha 501 traz conexão wi-fi e também bluetooth.
Outra novidade em relação à engenharia de softwares aplicada está no navegador do novo smartphone. O Nokia Xpress Brower usa a computação na nuvem para otimizar a velocidade de navegação comprimindo até 90% dos dados. Mesmo sem GPS embutido, o aparelho traz uma tecnologia baseada na triangulação de antenas móveis para identificar a localização aproximada do aparelho. Nada preciso como o GPS, mas suficiente para você receber um feed de notícias do local onde estiver, por exemplo.
Por último, mas não menos interessante, no mesmo evento a Nokia anunciou uma parceria com o Facebook. A princípio somente disponível na Índia e na África, haverá uma parceria com as operadoras de telefonia móvel para que o acesso à rede social a partir da plataforma Asha seja totalmente gratuita. Uma estratégia em que as duas gigantes só têm a ganhar.
Na semana que vem você vai conferir em vídeo tudo o que rolou e como foi o lançamento do Asha 501 na Índia. Nossa equipe acompanhou tudo de perto e vai trazer todos os detalhes, entrevistas e uma cobertura completa do evento que, pelo jeito, também interessa – e muito – nós, brasileiros.

* O jornalista viajou a Nova Déli a convite da Nokia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s