Garoto de 12 anos troca escola por desenvolvimento de games


Sam Smith tem 12 anos, mora na Inglaterra e trabalha como desenvolvedor de jogos. Ele é o criador do “Spacepants”, jogo disponível por US$ 1 para Android e iOS em que o personagem escala as paredes de um quarto desviando de obstáculos como lagartas e lasers. Além de já ganhar seu próprio dinheiro (o valor não foi revelado), outra coisa diferencia Sam dos garotos de sua idade: há três anos ele não frequenta a escola.

O desenvolvimento do game começou como uma brincadeira. Filho de programador, Sam começou a mexer com o GameMaker: Studio, ferramenta para iniciantes que permite a criação de jogos. Segundo o pai do garoto, que o incentivou, games são as melhores ferramentas de aprendizagem para os seres humanos.

Desde os 9 anos o garoto estuda em casa, aprendendo matérias como matemática, ciências e artes com seus avós, pais e tutores. Para criar o “Spacepants”, foram necessários dois meses de testes e uma mãozinha do pai. Deu certo: de acordo com o ranking do aplicativo, mais de 1.000 pessoas o jogam atualmente.

Quando questionado sobre o fato de o game ser pago, Sam responde que não gostaria que seu jogo fosse inundado por anúncios e compras dentro do aplicativo. Ele afirma também que já sabe o que quer fazer quando crescer: continuar a desenvolver jogos pelo resto da vida. E o próximo já está sendo idealizado: um app onde o jogador é um robô.

Veja como funciona o Spacepants:

Os 7 smartphones mais caros do Brasil


Grande mercado consumidor, o Brasil se notabiliza também pelos preços salgados que aplica nos smartphones que vêm de fora, em função da alta carga tributária. Com a chegada de mais um modelo top de linha ao país, o LG G3, resolvemos atualizar a lista dos mais caros. O critério? A versão mais barata de cada aparelho (geralmente com 16 GB) vendida na loja mais barata recomendada pela fabricante, portanto, nas revendas oficiais.

Fica, então, a lista. Não deixe de conferir os preços praticados nos Estados Unidos, publicados logo abaixo de cada imagem.

1) Apple iPhone 5S 16 GB – R$ 2.800

Costumeiramente cobrando preço premium, os smartphones da Apple tendem a estar no topo das tabelas de preços do Brasil. Nos EUA, o 5s, sem contrato com operadora, custa US$ 649 (R$ 1.440).

2) Nokia Lumia 1520 16 GB – R$ 2.600

O maior Lumia do mercado e único smartphone Windows da lista tem também um preço alto no Brasil. Nos EUA, porém, custa US$ 549 (R$ 1.220)

3) Sony Xperia Z2 16 GB – R$ 2.500

O Xperia Z2 fica um pouco abaixo do iPhone, custando 300 reais a menos. Nos EUA, sai por US$ 699 (R$ 1.551), sendo mais caro que o rival da Apple fora do país e mais barato por aqui.

4) Samsung Galaxy S5 16GB – R$ 2.400

O terceiro da lista é o Galaxy S5, com especificações parecidas, em boa parte, com as do Xperia Z2. Nos EUA, sai por US$ 599 (R$ 1.330).

5) LG G3 – R$ 2.300

Novo lançamento da LG, o G3, é o quinto lugar da lista, mesmo possuindo tela de 5,5 polegadas com resolução 2560×1440. Nos EUA, custa US$ 690 (R$ 1.530).

6) Sony Xperia Z Ultra 16 GB e LG G Flex 32 GB – R$ 2.200

Empatados no sexto lugar estão Xperia Ultra e G Flex, que possuem designs diferentes: o Ultra é completamente reto com uma tela de 6,4 polegadas, enquanto o Flex é curvo, com tela também enorme, de 6 polegadas. Nos EUA, custam US$ 430 (R$ 953) e US$ 490 (R$ 1.087), respectivamente. O LG G Flex é o único smartphone da lista com 32 GB de armazenamento, por não possuir um tamanho menor e não ter expansão de memória via MicroSD.

Vista ainda é mais popular que Windows 8 no mundo


Dados mostram domínio do Windows 7 e permanência do XP no segundo lugar.

Vista ainda é mais popular que Windows 8 no mundo

 

(Fonte da imagem: Net Applications)

 

O monitoramento de tráfego online não é capaz de mostrar apenas a penetração de navegadores no mercado, mas também as porcentagens relacionadas ao uso de sistemas operacionais. E os dados oriundos de mais de 40 mil sites ao redor do mundo revelaram que, apesar de o Windows 8 estar crescendo, ele ainda está bem atrás de seus irmãos mais velhos.

No mês de maio, o mais novo sistema operacional da Microsoft foi registrado em 4,27% das máquinas ao redor do mundo. Um número que o deixa bem para trás do Windows 7, que continua crescendo e agora é o SO mais utilizado da internet, com 44,85% de seus usuários e crescimento contínuo desde janeiro de 2013.

O Windows XP, apesar de estar em queda, permanece em um segundo lugar com larga vantagem, estando presente nos computadores de 37,74% das pessoas. O Vista aparece em um distante terceiro lugar, com 4,51%, seguido de perto pelo Windows 8.

Os sistemas operacionais da Apple aparecem no final da lista, com diversas atualizações de sua versão 10. O Linux também está no final, com 1,2% dos internautas.

 

Conheça o Xbox One


Novo console foi apresentado nesta terça-feira pela Microsoft

Xbox One

Presidente de entretenimento interativo da Microsoft, Don Mattrick estava bem empolgado quando subiu ao palco para mostrar a nova geração de console da companhia. Hoje, ao apresentar o tão esperado Xbox One, ele chegou afirmar a que nunca se sentiu assim com um lançamento antes.

Deve ser porque, na verdade, não se trata apenas um console, o novo Xbox não serve somente para jogos, ele é uma central de entretenimento. “Este dispositivo vai conversar com a sua TV e deixar tudo mais simples”, afirmou Yusuf Mehdi, vice-presidente da área comandada por Mattrick.

Xbox One responde a comandos de voz que levam a TV, música, jogos, Skype etc. Tudo também é reconhecido pelo Kinect, que continua sendo parte importante do produto. “Xbox, mostre-me TV”, disse Mehdi durante a apresentação, e o dispositivo respondeu.

O novo sensor suporta vídeos de 1080p e até 30 frames por segundo, mas há captura de vídeos a 60fps. A atualização do Kinect foi tão profunda que agora o aparelho reconhece até os batimentos cardíacos dos jogadores. E o campo de visão do aparelho ficou 60% maior.

Ficou evidente que os jogos são mesmo apenas uma parte do Xbox One. Por exemplo, você pode ver um trailer e buscar ingressos para teatro por meio do Internet Explorer… tudo na mesma tela. O console adota o recurso multitarefa, para permitir navegação na internet ao mesmo tempo em que a pessoa assiste a algum filme ou TV.

Com o Xbox One guide, é possível descobrir coisas pra ver na TV por meio de comandos de voz ou navegando. O executivo demonstra: “O que está rolando na HBO, ver MTV.” Já o Xbox Trending mostra tudo o que a comunidade conectada está vendo.

Se o conceito apresentado pela Microsoft funcionar, é o fim da caça pelo controle remoto. Todas as ações serão coordenadas pelo Kinect, já que oXbox One terá acesso à TV paga.

São 40 inovações de design no console, mas algumas especificações técnicas mostram que há paridade com o principal rival, o PlayStation 4: 8 GB de RAM, Blu-Ray, e ferramenta de captura e streaming de vídeo.

Há também HDD de 500 GB, conexão sem fio via Wi-Fi Direct e entradas HDMI e USB 3.0. Além de uma CPU octa-core.

Algo interessante é que o controle não precisará mais de pilhas, como o do 360; a bateria será integrada. Estão mexendo também no aplicativo Smartglass, que poderá ser melhor aproveitado, agora que faz parte da estratégia principal da Microsoft.

O novo serviço da Xbox Live terá mais de 300 mil servidores, e isso é mais do que todo o poder de computação que o mundo tinha em 1999.

As vendas começam, mundialmente, ainda neste ano. Clique aqui para conferir a lista de jogos que chegarão junto com o Xbox One.

Confira aqui como foi o evento de lançamento.

Confira quais jogos chegarão com o Xbox One


Lista foi apresentada nesta terça-feira, junto à nova geração do console

Call of Duty

Andrew Wilson, da Electronic Arts, mostrou hoje durante olançamento do Xbox One o Fifa 14. Até o Messi apareceu, em vídeo, para falar das novidades, mas foi Wilson que informou que entregaram 10 mil vezes mais animação e detalhes no jogo.

Aparentemente, o recurso Ultimate Team do Fifa 14 será exclusivo para o XboxOne. Outras plataformas devem receber o jogo sem este recurso. O Fifa UT é como um card game, no qual os jogadores criam e gerenciam seus times com cartões com estatísticas de jogadores reais. É um sucesso financeiro e uma grande jogada da Microsoft, se realmente for exclusivo para o Xbox One.

Depois, Phil Spencer, da Microsoft Studios, falou sobre alguns títulos exclusivos, como Forza Motorsport 5 – o maior simulador de corridas do Xbox, rival direto do Gran Turismo (exclusivo da Sony).

O jogo já era esperado, por ser uma das três grandes franquias da Microsoft. Os outros dois nomes são Halo e Gears of War. Ele estará disponível logo no lançamento, mas eles falarão mais sobre isso na E3, maior evento sobre games do mundo.

A próxima demo mostrada foi a de Quantum Break, novo e exclusivo para Xbox. Ele é da desenvolvedora Remedy, os mesmos criadores de Alan Wake e Max Pane. Spencer disse que a Microsoft está investindo muito em estúdios ao redor do mundo para criar novos games. Serão 15 jogos novos e exclusivos para o Xbox One.

A companhia foi muito criticada no fim da geração do 360 por focar apenas em suas três principais franquias (Gears of War, Halo e Forza Motorsport). Agora, eles estão explorando alternativas.

Haverá também novidades para NFL, que terá conteúdos vistos com o Smartglass, Kinect… O Xbox One pode mostrar estatísticas dos seus jogadores favoritos na tela, enquanto você assiste o jogo – infelizmente o recurso não deve chegar para os fãs brasileiros.

Outro anúncio de peso foi o novo título de Call of Duty, o Ghosts. A franquia é um dos maiores hits do mundo dos games atualmente e seu primeiro trailer será mostrado no evento da Microsoft. Entretanto, o jogo sairá para todas as plataformas.

O investimento no entretenimento em geral é tão grande que Bonnie Ross, da 343 Studios, anunciou que o jogo Halo será transformado em uma série de televisão. E a direção ficará com ninguém menos do que Stephen Spielberg.

Músico cria versão 8-bit de disco do Daft Punk e faz sucesso na web


Joe Jeremiah mixou músicas do álbum ‘Random Access Memories’.
Músicas do duo francês em ‘chiptune’ parecem de videogame; assista.

 

Músico cria versões 8-bit de músicas de novo álbum do Daft Punk (Foto: Divulgação/Joe Jeremiah)

 

Músico cria versões 8-bit de músicas de novo álbum
do Daft Punk (Foto: Divulgação/Joe Jeremiah)

O músico Joe Jeremiah tem diversos vídeos no site YouTube fazendo versões de músicas de games e de outros artistas como se fossem tocadas em videogames da geração 8-bit – como o Master System e o Nintendo Entertainment System (NES)  -, mas o mais recente trabalho do jovem faz sucesso na web.

Ele gravou com os sons dos videogames antigos, estilo chamado de “chiptune”, uma versão com as músicas do novo disco da dupla Daft Punk, “Random Access Memories”. O músico criou uma canção de quase cinco minutos unindo todas as 13 músicas do álbum.

As músicas eletrônicas do duo francês, principalmente ao serem tocadas com um sintetizador de games 8-bit, combinam com o estilo dos consoles da década de 1980.